Rastreio ocular em crianças

[singlepic id=186 w=320 h=240 float=]

Reduzir os subdiagnósticos e prevenir a cegueira são os principais objectivos do Programa Nacional para a Saúde da Visão.

A ambliopia, patologia visual que mais afecta as crianças portuguesas, é quase sempre tratável, mas o diagnóstico e a terapêutica chegam muitas vezes demasiado tarde para permitir uma recuperação total, avisam os especialistas.

 

«Se for corrigida rapidamente, a ambliopia (olho preguiçoso) é totalmente recuperável em muitos casos, só que as crianças chegam demasiado tarde às consultas», disse à Lusa o presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, António Travassos, no âmbito do Dia Mundial da Visão.

 

O problema está no topo das prioridades do Programa Nacional para a Saúde da Visão, cujos principais objectivos são reduzir os problemas de visão não diagnosticados e prevenir a cegueira. «Em oftalmologia, a prevenção da doença é o diagnóstico», sublinha o coordenador do programa, António Castanheira Dinis.

Gosta de realizar Eventos? Faça disso a Seu Emprego? Veja aqui como o pode fazer >

 

As crianças são uma das linhas prioritárias de acção deste programa, que pretende igualmente actuar ao nível da prevenção e tratamento de glaucoma, retinopatia diabética, cataratas e degenerescência macular relacionada com a idade. «O que se propõe é que as crianças façam um rastreio visual por volta dos cinco anos, antes de entrarem na escola», explica Castanheira Dinis.

 

O rastreio deverá ser feito nos centros de saúde e só as crianças a quem forem diagnosticados problemas devem ser encaminhadas para consultas nos hospitais, de acordo com um guia de boas práticas oftalmológicas que estabelece estas orientações.

Via: Pais & Filhos

Mais coisinhas para crianças:


Comments

comments

Powered by Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *