Recuperação pós-parto

[singlepic id=226 w=320 h=240 float=]

Depois da hora do parto toda a mulher, ao chegar em casa, tem como 100% da preocupação cuidar do filho. Mas engana-se quem pensa que os cuidados devem ser somente com os recém-nascidos. Você e o seu bebê têm que ter os mesmos cuidados. E é claro que como sempre, nesta hora surgem mitos e crendices populares. O ideal é você estar atenta para saber o que é mito e o que é verdade nos cuidados pós-parto.

O período pós-parto é popularmente conhecido como quarentena ou resguardo. Na verdade, como esse período é mais recheado com mentiras do que com verdades, o mais aconselhável é você procurar o seu médico para tirar as dúvidas.

Esse período de resguardo pode ir até a sexta ou oitava semana pós-parto. Esse é o tempo que os seus órgãos vão precisar para voltar ao estado normal, de antes de você engravidar.

O útero da mulher cresce quase que 50 vezes durante a gestação e no local onde a placenta ficou, agora estão pequenas feridas que precisam ser cicatrizadas, por isso mesmo esse tempo de resguardo tem que ser respeitado; caso contrário a mulher corre o risco de ter infecções. A febre pode ser um sintoma dessa infecção, então ao menor sinal de febre procure logo o médico.

É recomendado também que você procure o médico caso o sangramento normal que ocorre após o parto não cesse até o 40º dia.

Outro ponto que pode te incomodar é a episiotomia, aquele corte que o médico precisa fazer entre o ânus e a vagina para que o bebê saia com facilidade; se inchar ou o local ficar dolorido você pode colocar uma bolsa de gelo para aliviar os sintomas, mas antes pergunte ao seu médico se pode!

higiene nesse período é mais do que necessária, por isso mesmo não deixe de fazer todos os banhos de assento que o medito vai lhe recomendar; e também não deixe de usar os produtos indicados por ele. Tudo isso vai ajudar na cicatrização e no desaparecimento de qualquer foco de infecção.

E não se esqueça que o período de resguardo é para você descansar. Por isso mesmo durma bastante e retome as atividades diárias aos poucos. Depois de 15 dias após o parto a musculatura do abdômen volta quase que 70% da forma original. Por isso mesmo o repouso é necessário, mas não vá ficar deitada o dia todo; o esforço entre levantar e sentar ajuda a estimular a musculatura.

Um mito antigo que foi passado de geração à geração era de que após o parto não se podia tomar banho de corpo inteiro, e tão pouco lavar os cabelos. Isto não é verdade, ao contrário você deverá  manter todos os seus hábitos de higiene diários.

Caso você tenha prisão de ventre neste período peça ao seu médico uma solução e lembre-se de não tomar remédios e receitas caseiras milagrosas, tudo que você ingere é passado para o seu bebê através do leite, por isso esteja atenta. Só tome o que seu médico prescrever.

A mesma dica é válida para as rachaduras que por ventura você possa ter nos bicos dos seios, não utilize pomadas ou outra substancia sem consultar o seu médico.

Não carregue peso nos 30 primeiros dias, nem se esse peso for o filhote mais velho. Tudo isso é para que você se recupere mais rápido e possa curtir o seu bebê da melhor forma possível, sem complicações ou sustos.

Via: Blog da fertilidade à maternidade

Mais coisinhas para crianças:


Comments

comments

Powered by Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *